Translate

domingo, março 08, 2009

Queridos Amigos, padrinhos e Visitantes,

Dia Internacional da Mulher - 8 de Março

Em 1995 Papa João Paulo II escreveu uma carta às Mulheres do Mundo Inteiro. Começa essa carta agradeçendo à Santíssima Trindade pelo “mistério da mulher” pela sua missão no mundo e sua voação. Segue assim uma parte da carta:


“Obrigado a ti que te fazes ventre do ser humano na alegria e no sofrimento de uma experiência única, que te torne o sorriso de Deus pela criatura que é dada à luz, que te faz guia dos seus primeiros passos, amparo do seu crescimento, ponto de referência ao longo do caminho da vida.

Obrigado a ti, mulher-esposa, que unes irrevogavelmente o teu destino ao de um homem, numa relação de recíproco dom, ao dom da comunhão e da vida.


Obrigado a ti, mulher-filha e mulher-irmã, que levas ao núcleo familiar, e depois a toda a vida social, as riquezas sa tua sensibilidade, a tua intuição, da tua generosidade e da tua constância.



Obrigado a ti, mulher-trabalhadora, empenhada em todos os sectores da vida social, económica, cultural, artística, política, pela contribuição indispensável que dás à elaboração de uma cultura capaz de conjugar razão e sentimento, a uma concepção da vida sempre aberta ao sentido do , à edificação de estruturas económicas e políticas mais ricas de humanidade.


Obrigado a ti, mulher-consagrada, que a exemplo da maior de todas as mulheres, a Mãe de Cristo, Verbo Encarnado, te abres com docilidade e fidelidade ao Amor de Deus, ajudando a Igreja e a humanidade inteira a viver para com Deus uma resposta , que exprime maravilhosamente a comunhão que Ele quer estabelecer com a sua criatura.



Obrigado a ti, MULHER, pelo simples facto de seres Mulher! Com a percepção que é própria da tua feminilidade, enriqueces a compreensão do mundo e contribuis para a verdade plena das relações humanas.
OBRIGADO A VÓS AMIGOS DO CENTRO LAURA VICUÑA EM INHARRIME.
KANIMAMBO

1 comentários:

celia disse...

Que alegria me dá ver este site, pois para além do seu precioso conteúdo, tenho o enorme prazer de rever a Ir Lucilia e Ir Dolorinda do meu colégio na Namaacha. Um forte abraço cheio de emoção e saudade de vocês. Que Maria Auxiliadora esteja sempre convosco.
Da vossa antiga aluna
Célia Rebelo